Como dar os primeiros passos no Skincare (01)



Skincare traduzido significa “cuidados com a pele”. No dia-a-dia isso é negligenciado pela maioria das pessoas que conheço. Era negligenciado inclusive por mim até pouco tempo.
Sempre achei que pra ter uma rotina eficiente com a pele do rosto, eu precisava gastar rios de dinheiro. Isso é um baita engano e percebi isso depois de começar definitivamente minha jornada.


Antes de falar sobre como comecei a rotina e sobre os produtos que uso, resolvi deixar duas coisas bem claras:
  1. Tudo o que eu faço dá certo pro meu tipo de pele e pro meu estilo de vida. Se não funcionar pra você é porque você é diferente de mim. Temos corpos e vidas diferentes e é normal que o que funcione comigo possa dar errado com você e vice versa. 
  2. Procure um dermatologista assim que puder. Não sou profissional da área e como disse:o que dá certo pra mim pode dar muito errado pra você. Também não vá na onda de pessoas que indicam remédio adoidado. Sua saúde é muito importante. Seu corpo é a sua morada, então cuidado!
Agora sim, vamos lá?

Como dar os primeiros passos no skincare.

Você precisa se conhecer pra dar início a qualquer coisa na sua vida, seja pra saber se você quer ir mesmo a um show ou se quer fazer uma cirurgia plástica. É aqui que eu comecei minha rotina: me conhecendo e conhecendo meu corpo. Vendo as minhas necessidades e percebendo que queria algumas mudanças pra bem.

Tipo de pele.

Foi a primeira coisa que busquei saber. Existe diversos tipo de pele e alguns exemplos estão abaixo. O tipo de pele influencia no tipo de produto que você vai colocar sobre a pele e na sua principal necessidade.
As áreas esbranquiçadas são as áreas que ficam brilhando e oleosas quando nos olhamos no espelho. Esses são apenas alguns dos tipos de pele.
Tenho a pele bastante oleosa e tenho que tomar cuidado com qualquer coisa que coloco sobre ela (principalmente maquiagem). Um produto fora das especificações corretas e BLAU! Dá pra fritar coxinha no rosto.
Além disso, definir se seus poros são abertos, fechados ou normais é essencial! Pra pessoas que tem os poros fechadinhos, por exemplo, vale a pena lavar o rosto com água morna (repito: morna! Nem quente e nem fria. MORNA!) antes de depositar os produtos no rosto. Isso faz com que esse tipo de pele absorva melhor as propriedades do mesmo. Já pros poros mais abertos, vale mais a pena caprichar na água fria.
No meu caso, meus poros são bem abertos por causa de cravos e espinhas que adoro estourar (me crucifiquem). Tenho uma cara de lua por causa das crateras desse hábito.
Dependendo do seu tipo de pele existem alguns bônus que te acompanham ao decorrer da sua vida. Peles oleosas tem tendência a serem acneicas. As secas se revelam muitas vezes como sensíveis e por aí vai. É interessante você saber das suas necessidades, pois se houver algo que deva ser tratado medicamente enquanto tem seus cuidados diários, o faça!
Por ser oleosa, meu bônus foi exatamente o que citei acima: tenho a pele com muita tendência a acne e cheia de mancha. Não é uma coisa que me incomode muito. Na realidade não me incomoda em nada, mas é bom cuidar.
Partindo desses princípios, vou mostrar pra vocês quais produtos melhor se adaptaram a minha rotina e a forma correta de utilizá-los na postagem 03, pois esse post está ficando muito longo.
____

Sigamos juntos 💓
Falando em seguir,deem uma olhadinha nas minhas redes sociais!

0 Comentários:

Postar um comentário